20/20 Vision – In the Town/In the City (1982?)

20/20 Vision – In the Town/In the City (1982?)

https://i0.wp.com/img253.imageshack.us/img253/8985/in2bthe2btown2bin2bthe2vc3.jpg

20/20 de visão de Grâ Bretanha joga um tipo progressivo apertado do
hard rock do `80s em seu costume ultra-obscuro excelente no Town/In
a cidade. Eu vi o álbum alistado uma vez com uma data atrasada do `70s
(que eu supor sou possível), mas eu estimá-lo-ia mais ao redor 1982-1983,
direito sobre o tempo em que o hard rock estava na orla da conversão
no metal pesado. O lp caberia perfeitamente na lista adiantada do
Tunesmith entre Amaziah e fortaleza, embora musical eu diria têm mais
na terra comum com a faixa de Daniel circa na rocha. A rocha destes cinco
indivíduos ruidosamente com a guitarra intensa do assassino conduz,
ajustando o fogo às canções como a trilha do título, `que é `Jehovah de Alive’,
e `eu lhe agradeço Lord’. Mesmo uma sugestão de Van Halen no `de esmagamento do
abridor do verso o Dealer’. Igualmente algumas boas baladas do poder.
O uso atrativo do piano e do sintetizador que quando acoplado com mudanças
do ritmo e de volume traz uma borda melódico do prog. Aqueles teclados são
especial bonitos no Easy lírico da vida macia do `da trilha que tem o sabor
de balancins Eden da arte. O membro Gerwin Howley wielding uma daquelas guitarra
elétricas voar-dadas forma mega-frescas (eu quis sempre um). Junto com o guitarrista
companheiro Denvyl Lewis escreveu todas as nove canções. (Ken Scott – arquivista)

Taxa de bocado: 320

Iniciar Download Clique Aqui

InfoCel Download Rapidshare

Saw a copy of this one in Goldmine collector’s magazine once where the dealer
described it as having a “good stoned feel”. Huh? Well, I don’t think I woulda used
quite the same words, but at least they adequately suggested that this ain’t no sappy
Christian radio thingy. Albrecht & Roley is Mike Albrecht and Scottt Roley – the latter’s
name graces pert near every album on this tiny label. Actually Alan Moore is in here, too,
playing bass and banjo on several songs. This is light acoustic folk. Picture an
un-orchestrated Jim Croce or perhaps a demo tape by America and you’ll get the idea.
Albrecht and Roley’s acoustic guitars complement each other well giving a nice basement
sound that’s hard not to like. Perhaps that “stoned feel” comment was inspired by more
basement sounding electric cuts like ‘Frieze’ or the watery psych-ish phase-shifted guitars
on ‘The Good Life’. Re-issued on Hartsong in the late 70’s with a different cover.
(Ken Scott – Archivist)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: